12
São Tato
2004
Bola de futebol oficial autografada por São Tato e texto
Página de jornal, suplemento Selecção Nacional publicado no jornal Público

Agradecimentos:
São Tato, Prof. Nuno Cristovão (Seleccionador Nacional), e Isabel Cristina.
"São Tato"(2004), parte de um convite que me foi endereçado pelos artistas Maria Lusitano e Pedro Valdez Cardoso. Ambos foram convidados para a exposição colectiva Em Jogo/ On side, comissariada por Albano da Silva Pereira e Miguel Amado, no Centro de Artes Visuais de Coimbra. E neste âmbito propuseram oprojecto Selecção Nacional para o qual convidaram vários artistas. Todos recebemos uma bola oficial do Euro 2004, da marca Nike, e uma página para ocuparmos num suplemento especial do jornal Público. Quando comecei a pensar sobre o meu projecto, fiz uma série de pesquisas e acabei, por acaso, por encontrar uma única referência online sobre a mulher que tinha marcado o primeiro golo pela selecção de futebol feminino. Fiquei muito intrigada e comecei à procura desta mulher. Telefonei para a Federação de Futebol Português explicando o meu propósito e encaminharam-me para o Seleccionador de Futebol Feminino, o Prof. Nuno Cristóvão, que por sua vez gentilmente cedeu-me o contacto de uma outra jogadora e colega da Selecção - a Isabel Cristina. Foi a Isabel que me deu o contacto da São Tato. Falámos ao telefone e combinámos que eu iria ter com ela a Matosinhos para a conhecer. Quando finalmente nos encontrámos ao vivo, foi um momento especial. Eu contei-lhe sobre o projecto Selecção Nacional e disse-lhe que a minha obra era sobre aquele momento especial em que ela marcou o primeiro golo. E o que gostava era que ela simplesmente assinasse a bola. Voltei orgulhosa para Lisboa com a bola autografada pela São, e a página do Público comemorava o seu golo com o seguinte texto: "São Tato, 1ª marcadora da Selecção Feminina, Lugar em que jogava - Defesa, Jogo Espanha-Portugal, La Guardia, Espanha, 6 de Fevereiro de 1983".